Publicado por: almofadas | Outubro 30, 2009

Já Houve um tempo

Já houve um tempo
Em que o frio atava os braços
E o Inverno era um muro
Já houve um tempo
Em que o passo inseguro
Atava laços sem futuro

Já houve um tempo
Agora ele é escasso
E o futuro era um traço
Que hoje eu faço na areia
Onde amanhã o mar passeia

Já houve um tempo
Em que o passado
Foi mais presente que o presente
Enquanto esse era transparente

Já houve um tempo
Fitando-me no dia a dia, a alegria
Não se chegava perto
E a felicidade me temia.

Já houve luz e escuridão,
Já houve mágoa e paixão
Já houve um tempo
Em que o horizonte era chão.
Um tempo sim, um tempo não

Mas o agora é que esta na moda
É ele que amanhã anda à roda
E solta os braços
Já houve um tempo, agora está na hora.


Responses

  1. Sou capaz de ler isto muito bem. Fica bem, na minha voz enferrujada as duas da manha com um pouco de jazz muito baixinho a fazer as honras da alma. A lembrar asperamente que, tambem para mim ja houve um tempo sim, pois houve. E ha ainda um tempo nao.

    Lindissimo Pillows

  2. Tive apenas que acrescentar uma pequena palavra aqui ou ali para o dizer com a minha entoacao. Deve ser por isso que tenho uma pequena dificuldade em dizer os outros. Uma questao de respiracao ou tempo nao sei bem. Tambem por isso gostava tanto de te ouvir declamar um ou outro

    • Foi precisamente este que declamei numa festa de natal lá da escola, e foi brutal a sensação, pareceu-me por instantes que as pessoas me estavam a ouvir, todas. Mas foi a minha querida Professora de Português a Madalena, foi graças a ela que passou a haver um tempo sim naquela altura. e foi ela que me ajudou a ensaiá-lo e a sentí-lo através da minha vóz.
      A proposito, dediquei-lhe um texto quando ela decidiu desistir, pois ninguém queria ouvir o que ela queria ensinar. Foi brutal o comunicado dela à turma, que para variar apenas eu entendi, foi através das palavras de Padre António Vieira que ela nos disse “ou é o sal que não salga a terra, ou é a terra que não se deixa salgar” e foi pregar para outro lado… “tomamos uma decisão” – para mim é um dos mais bonitos textos que escrevi.

  3. Escreveste isto quando ainda andavas na escola??? E esse texto, ainda o tens? Roubei-te este tempo sim para uma coisita que atirei para o terminal. É para ti.

    • Andava na escola mas foi depois de ter estado oito anos sem estudar, consegui acabar finalmente o 12º em 2008

  4. voltei a publicar esse texto pois fazia sentido que ele se repetisse nas minhas páginas de um tanto mal entendido que guardo por resolver.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: