Publicado por: almofadas | Abril 19, 2010

Li

Meu lírio púrpureado de coração dourado

É terra negra que agora te abraça

E no meu peito a raíz se embaraça

És gloriosa tu! Pois terminaste a jornada

Não morre em mim o espírito da tua vida

Nem a distância da morte nos separa

Tu absorveste a sabedoria de amar

E dessa chuva o meu mundo tu regaste

Com esse sol fizeste-me brilhar

Lilás a tua alma embarca na eternidade

Onde não há distância nem idade

E nessa flor que em minha mão poisaste

A tua luz, a tua mão, o teu amor

Eu guardo essa flor

No centro do meu peito para onde fôr


Responses

  1. Vais ter que comecar a enviar alguns lencos de papel a malta.
    Mais uma surpresa. Agradabilissima!!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: