Publicado por: almofadas | Janeiro 19, 2011

O Reflexo do Lugar

Cruzam-se universos na matéria do ser e do usar

E contam cada um a sua história, esses fragmentos de memória

Dualizando a passada em que vais entrar

Onde te acompanha o reflexo do lugar

Lá do lugar, eu vejo-te fugindo da sinceridade

Escapando através do medo que te segue pelo chão

Observo-te atentamente,

Esperando com o meu olhar chamar a tua atenção

Ele seguiu-te pelo som da tempestade

Tu abordaste-o, aprisionada nas ruínas da razão

E encontraste no olhar do medo, a vontade

Que apareceu erguendo-se no limiar da tua imaginação

Fitando-te das trevas, retratos esquecidos

Pretendem possuir o pensamento

Baloiçam nas correntes dos momentos já vividos

Distorcem subtilmente os sentidos – quebrando o momento

E no chamar da luz eu tento agarrar-te pelo lado escuro

Será que és quem eu procuro? Será que vês?

Será que é  tua, a sombra aos teus pés?

Diz-me que és – em que futuro!

Ela parou e respirando assustada olhou em seu redor

Atordoada pelas mãos alheias que lhe chegavam quase até à alma

Ela foi seduzida pela força do terror

E renasceu maior no sussurar da noite calma

Cansada e magoada pelas sombras do destino

A vida do lugar abandonado ainda espera salvação

Apela aos ventos e à escuridão

Uma visita de um pensamento peregrino

Um pensamento que os atire das janelas da razão

Um movimento ao som da imaginação

Um sopro que soubesse inverter a direcção

Em que se segue na perseguição

O que encontras tu espreitando-me pelo quadrado

Quem vês do outro lado?

Será que te revela a verdade?

Sabes que noutro patamar

O céu invade o telhado

E um ranger faz-se escutar

Dela, que tenta alcançar-te através do muro

…É a cegueira do seu olhar que queres trespassar

É dela que pretendes apanhar o pensamento

Aquele que encaixa subtilmente

E que te faz também pensar

Quebrando muros sem questionar ninguém

Sem revelar de onde vem

Ou se chegou para te libertar

É pelas fendas que te segue o olhar

Que aguarda pacientemente o momento

Em que a sua determinação atinge o objectivo

E ela invade a razão para te transformar

Porque tu és o seu motivo

Mas é a tua sombra que te vai reanimar

É ela que agora vai reinar neste lugar

Porque és tu que vais ficar…

 

Alice Coelho


 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: