Publicado por: almofadas | Fevereiro 9, 2011

“Mulher a Dias”

A mulher-a-dias
faz dias que não vem.
Perdeu a conta às horas
e meses que um dia tem.

O tempo que passou
passou a ferro.
A roupa que lavou
tingiu de negro.

Viu o dia perecer,
a dançar no vendaval,
como um pano amarrotado
que se esquece no estendal.

 

Linda Martini

 

(Mostra-me que há por aí mais gente a ver o mundo como eu.)

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: