Publicado por: almofadas | Julho 15, 2015

sem partir

tu não és a verdade
a verdade serias
se eu te pudesse tocar
se pudesses surgir
nesta realidade
transformada num estranho mistério
que embebeda o ar
tu não é a magia
a magia serias se fosse

tão simples amar

como dar um sorrizo

encontrar um olhar
se o tempo perdido no espaço

soubesse curar

sem desorientar
mas o peso do mundo na mente
não permite soltar
nem sequer um gemido do peito
que agora não sabe gritar
eu só quero largar o que pesa
o que arde por dentro
também há de mudar
eu só dou o que eu quero ter
liberdade
e embora ainda assim
eu não saiba voar
eu não sou a mentira
a mentira seria
se eu te soubesse mentir
sem morrer, sem partir


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: