a gratidão

Tenho alguém que me segura a mão quando eu tropeço.
Diz-me que não faz mal. – O erro é o humano.
E eu levanto a cabeça.
– Vem! – diz-me – Deixa-la!
– Juntos faremos muitos planos.
– Para nos rirmos depois às gargalhadas
– Descendo a colina de mãos dadas
– Das coisas que não foram planeadas
Eu agradeço!
E é assim que recomeço.

zveroboj

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s