no tempo do fragmento

Havia tempos a chegar, ninguém sabia explicar ao certo.

Ouvia-se o movimento do momento, parecia a terra a chamar.

Sentia-se acontecer no tempo do fragmento.

Mesmo por baixo das estrelas em fios de vento a soprar

 

Foto de Alice Coelho.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s